RESUMO MENSAL SOBRE PRODUÇÃO PETROLÍFERA – FEVEREIRO 2022

17 de Março de 2022 | A produção de petróleo de Angola no mês de Fevereiro foi de 32 327 613 barris, correspondendo a uma média diária de 1 154 558 barris de petróleo (BOPD), contra os 1 170 836 BOPD previstos. A produção de gás associado foi de 79 446 milhões de pés cúbicos, correspondentes à média diária de 2 837 milhões de pés cúbicos (MMSCFD), sendo 1 543 MMSCFD injectados, 605 MMSCFD disponibilizados para a fábrica de ALNG, 345 MMSCFD para geração de energia nas instalações petrolíferas e o remanescente usado nas operações e escoamento do petróleo.

A Fábrica de ALNG teve uma produção na ordem dos 2 755 505 barris de óleo equivalente (BOE), o que faz uma média diária de 98 411 barris de óleo equivalente (BOEPD), sendo a produção de LNG de 74 675 BOEPD, propano de 10 722 BOEPD, butano de 7 538 BOEPD e condensados de 5 475 BOEPD.

No mesmo período a produção de gás associado da Associação de Cabinda foi de 1 235 MMSCFD, o que permitiu extrair 307 986 barris de LPG, correspondente à média diária de 11 000 barris, sendo a produção diária de propano de 6 456 barris, butano de 4 116 barris e LPG de 427 barris.

A produção de petróleo, condensados e LPG foi de 32 788 910 BOE, correspondente a uma média diária de 1 171 033 barris de óleo equivalente. A eficiência operacional das instalações esteve na ordem dos 91,88%, contra os 93,54% inicialmente previstos.

Os levantamentos de Angola foram de 32 398 926 barris, correspondendo à média de 1 157 105 barris de petróleo por dia (BOPD), contra os 1 020 856 BOPD previstos. A ANPG levantou cerca 7 405 208 barris (23% do total dos levantamentos), a Sonangol P&P 3 266 233 barris (10% do total dos levantamentos) e a Sonangol E.P 1 380 643 barris (4% do total dos levantamentos). Os dados apresentados não incluem a informação dos Blocos 2/05, 3/05 e FS/FST.

No mês de Fevereiro estiveram em actividade dez unidades sondagem, sendo quatro navios sonda (West Gemini, Libongos, Transocean Skyros e a Valaris DS-12), uma sonda semi-submersível Scarabeo 9, uma sonda em terra a FALCON HP-1000, uma Tender SKD Jaya, uma Jack Up, e duas unidades de intervenção, Hydraulic Workover e a Great Ship Ramya. Com estas unidades de sondagem foram realizados trabalhos em 18 poços, sendo nove operações de perfuração/completação, perfazendo um total um total de perfuração de 5 557 metros. Adicionalmente, foram efectuadas quatro intervenções ligeiras, três em offshore e uma em terra.

Partilhar este evento:
Share on facebook
Share on twitter