RESUMO MENSAL DA PRODUÇÃO PETROLÍFERA – NOVEMBRO / 2020

A produção de óleo de Angola no mês de Novembro foi de 36 559 945 barris e corresponde a uma média de 1 218 665 BOPD, contra os 1 218 381 BOPD previstos. A produção de gás associado foi de 85 582 milhões de pés cúbicos, o que indica uma média de 2 853 MMSCFD (Million Standard Cubic Feet per Day), sendo 1 313 MMSCFD Injetados, 789 MMSCFD disponibilizados para o ALNG e o remanescente usado nas operações de geração de energia e escoamento do petróleo.

A Fábrica de ALNG teve uma produção de 3 947 199 Barris de Óleo Equivalente (BOE), incluindo LNG, Butano, Propano e Condensados, correspondendo a uma média de 131 573 BOEPD, sendo a produção de LNG média de 103 565 BOEPD, Propano de 13 243 BOEPD, Butano de 8 944 BOEPD e em Condensados a média é de 5 821 BOEPD.

No mesmo período a produção de gás associado da Associação de Cabinda foi de 1 194 MMSCFD, permitindo extrair 364 062 barris de LPG. Isto corresponde a uma média diária de 12 135 barris, sendo 6 897 barris propano, 4 789 barris e 450 barris de LPG. Já a produção de óleo, condensados e LPG foi de 37 098 637 BOE, numa média daria de 1 236 621 BOE.

A eficiência operacional das instalações foi de 90%, contra os 89% inicialmente previstos.

Ainda em Novembro estiveram em actividade efectiva de sondagem quatro unidades, sendo três navios sonda, nomeadamente a DS-12 no Bloco 18, Transocean Skyros no Bloco 32, Maersk Voyager no Bloco 17 e uma sonda em terra, a IDECO 350 na concessão FS FST.

Esteve em operações igualmente uma unidade de Coiled tubing para a operação pontual de remoção de hidratos no poço HUN-124A no Bloco 15, tendo sido realizados trabalhos em onze poços, dos quais cinco operações de perfuração/completação, uma intervenção em offshore e cinco intervenções onshore.

Partilhar este evento:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google