RESUMO MENSAL DA PRODUÇÃO PETROLÍFERA DE JANEIRO 2021

A produção de petróleo em Angola no mês de Janeiro foi de 35 119 900 barris, correspondendo a uma média de 1 132 900 barris de óleo por dia (BOPD), contra os 1 226 785 BOPD previstos. A produção de gás associado foi de 85 188 milhões de pés cúbicos, o que dá uma média de 2 748 milhões de pés cúbicos por dia (MMSCFD), sendo 1 359 MMSCFD injectados, 703 MMSCFD disponibilizados para a fábrica de ALNG, 312 MMSCFD para geração de energia nas instalações petrolíferas e o remanescente usado nas operações de escoamento do petróleo.

A fábrica de ALNG teve em Janeiro uma produção de 3 477 822 barris de óleo equivalente (BOE), o que corresponde a uma média de 112 188 barris de óleo equivalente por dia (BOEPD), sendo a produção de LNG de 89 548 BOEPD, de Propano de 10 512 BOEPD, de Butano de 7 053 BOEPD e de Condensados na ordem dos 5 075 de BOEPD.

A produção de gás associado da Associação de Cabinda foi de 1 317 MMSCFD, o que permitiu extrair 503 928 barris de LPG, correspondentes a uma média diária de 16 256 barris, sendo a produção diária de propano de 9 384 barris, butano de 6 466 barris e LPG de 405 barris. Contudo, a produção de petróleo, condensados e LPG foi de 35 781 162 BOE, correspondente a uma média diária de 1 154 231 BOE.

A eficiência operacional das instalações foi de 84 %, contra os 92% inicialmente previstos. Para o mês em referência estiveram em actividades efectiva de sondagem seis unidades de sondagem, sendo quatro navios sonda, nomeadamente Libongos no Bloco 15/06, DS-12 no Bloco 18, Transocean Skyros no Bloco 32, Maersk Voyager no Bloco 20; uma sonda do tipo tender, a SKD Jaya no Bloco 14; uma sonda em terra, a IDECO 350 na concessão FS FST.

Foram realizados trabalhos em 16 poços, sendo em oito operações de perfuração/completação e oito intervenções onshore. Foram perfurados um total de 8 444 metros.

Partilhar este evento:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google