O Ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, mostrou-se satisfeito com a prestação da ANPG, durante a visita às suas instalações, ocorrida na sexta-feira, dia 11 de Outubro.

Diamantino Azevedo fez-se acompanhar pelo Secretário de Estado dos Petróleos, José Barroso, e uma Delegação composta pelo Director Nacional dos Petróleos, a Directora do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística, o Director do Gabinete de Comunicação Institucional e pela Directora Adjunta do Gabinete do Ministro. A Delegação foi recebida pelo Presidente do Conselho de Administração da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG), Paulino Jerónimo, e pelos Administradores Executivos, Natacha Massano e Gerson dos Santos.

A comitiva ministerial visitou várias dependências de áreas funcionais relacionadas ao upstream onde interagiu com os gestores e técnicos. Já no 1.º andar, o Ministro manteve um encontro técnico com a Administração da Agência, onde se inteirou do Plano Estratégico da ANPG.

“Tivemos a oportunidade de abordar com profundidade o Plano Estratégico da Agência, trocar experiências e também passamos algumas recomendações”, afirmou o Ministro.

De entre as recomendações, foi vista a necessidade de se aprofundarem medidas para atenuar o declínio da produção, “medidas estas que já têm sido implementadas”, disse, salientando a seguir que se impõe “perspectivarmos uma abordagem mais proactiva da questão da exploração de petróleo e gás no sentido de podermos no futuro olhar para a questão de novas reservas, novas oportunidades”.

No final da visita, Diamantino Azevedo aproveitou para encorajar a Agência a continuar no caminho que tem estado a trilhar e a superá-lo, pois “é uma instituição nova que está ainda na etapa de transição, a entrar para a fase de optimização e consolidação, mas que nasceu já a andar porque o contexto assim o exigia”, colmatou.

 

previous arrow
next arrow
Slider